© 2019 por King Wart Design.

Todos os direitos reservados.

Resenha: Rio Novo Rock - Astro Venga e NDK foram ótimos!

November 16, 2017

O Rio Novo Rock de Novembro trouxe uma mistura inusitada: instrumental com uma banda "tradicional" e cariocas com paulistas! Foi, como dizem os mais velhos, "do balacobaco"!

 

Astro Venga é um power trio carioca de rock instrumental, o que é surpreendente. O guitarrista Christian Dias chama o show pra si, com influências claríssimas de Jimi Hendrix, John Frusciante, conseguia preencher as melodias com riffs criativíssimos. A "cozinha" formada por Tutuka na bateria e Antonio Paoli não se prendia e, mesmo em um power trio instrumental, tinham uma presença de palco impressionante!

Interessante ver como uma banda instrumental consegue fazer um show tão bom, realmente incrível, e contagiar todo o público do local!

A segunda banda, NDK, é paulista e formada pelos Rike, Marcola, Caio, Mizão, e fazem um som muito influenciado pelo Rap, Rock e Pop.

 

Os paulistas da NDK chegaram com tudo no Imperator, cheios de energia e na maior positividade, com seu pop rock rico de influências, músicas dançantes e envolventes.

 

Com uma setlist que mesclava faixas do álbum "NDK" e do último trabalho lançado, o EP "Impermanência", a banda trouxe um show com uma atmosfera espiritualizada, na maior good vibe de todas. Para quem já tivesse assistido algum show da banda há um ou dois anos atrás, perceberia nitidamente as mudanças que ocorreram neste tempo. A banda traz agora uma postura um pouco diferente, bem relaxada e uma postura diferente dos integrantes. 

 

                          Foto: Felipe Bertogna

 

Um dos momentos mais legais foi a participação da Drenna, vocalista da banda Drenna, na faixa "Missão", uma das grandes composições do álbum "NDK". A música tem uma letra forte e o dueto ficou bem bonito. Além disso, o show também contou com a participação de Kauan Calazans, vocalista da Folks, na faixa "Evoluí", também do "NDK". É incrível assistir a interação entre as cenas do Rio de Janeiro e de São Paulo em um espaço icônico que é o Imperator.

 

                          Foto: Felipe Bertogna

 

As novas músicas da banda foram bem recebidas e apesar de a casa ter esvaziado consideravelmente entre um show e outro, todos os espaços foram preenchidos pela força e energia da NDK. Eles falavam bastante sobre estarem animados e felizes com a noite e além disso, levaram uma linda lojinha de produtos para o merch. 

 

Sem dúvidas, outro momento de destaque foi o Mizão, baixista da NDK, fazendo beachbox e sendo acompanhado pelo baterista. Foi como uma jam de guitarras, só que com bateria e beachbox. Achei muito interessante e animou demais a galera. 

 

                          Foto: Felipe Bertogna

 

O show teve um clima tão bom, que eu cheguei a me imaginar numa beira de praia, com uma energia praiana e tranquila. Parabéns à NDK, fizeram bonito demais! 

 

Se você não conhece o som da banda, não perde tempo e corre nas plataformas digitais para conhecer, não vai se arrepender! 

 

 

 

Please reload

Please reload