© 2019 por King Wart Design.

Todos os direitos reservados.

Resenha: Drenna no Teatro Rival - Lançamento do "Desconectar"

November 28, 2016

A banda formada por Junior Macedo (guitarra), Bruno Moraes (baixo), Milton Carlos (bateria) e, obviamente, pela vocalista/guitarrista Drenna, fez uma apresentação, como dizem as más línguas, de cair o c* da bunda!

 

Ah! Já ia esquecendo! Temos uma entrevista "top da balada" com essa banda querida! Foi o nosso querido Grativol que realizou essa entrevista emblemática! LINK

O álbum "Desconectar", lançado e traz um tema bastante em voga na atual conjuntura social. Estamos realmente tão "conectados"? Até que ponto toda essa "sociedade online" realmente ajuda, ou atrapalha, na interação dos jovens atualmente? Um belíssimo tema, né non?

(Ainda mais se você viu Black Mirror. Que série do demo.)

 

 

A banda chegou ao palco com um certo atraso, mas nada que atrapalhasse o hype gigantesco para o show. Afinal, até o Guns n' Roses se atrasa!

 

O show começou com uma projeção introdutória e a ótima Sabotagem. Logo em seguida a Anônimo, uma das melhores do disco.

 

Vale ressaltar a beleza que foi o espetáculo. Haviam projeções e luzes, um clima bacana e muita gente que sempre está pelos shows (tocando ou apreciando) do Rio. 

 



Aí veio a "Ela Vai Chamar Sua Atenção". Essa música é perfeita para mostrar o som da Drenna. Uma linha de baixo interessante, com uma pegada na guitarra "diferente" do que tem tocado por aí e o timbre diferenciado da vocalista fazem dessa música um bom exemplo do que é a Drenna.

 



Houveram algumas participações interessantes durante o show:
A Lítio, duo que esteve na nossa última lista do estagiário, tocou o clássico Roda Viva de uma forma, no mínimo exótica. 

Rafael Lima, o nosso meme favorito da ótima banda Memora, e coautor da faixa Alívio, a mais "suave" dentre as músicas da Desconectar, participou da festa tocando a música na qual divide a autoria

 

Um cover de Respect da Aretha Franklin merece o devido destaque. A música, que por si só é poderosa, ganhou um ar todo "original" com a pegada funkeada da banda!

 

Pra fechar o evento com "chave de ouro", terminaram com a faixa-título, uma música que tem um riff de guitarra hipnotizante! 

 

PS: O instrumental da banda é um show à parte. Drenna tem um estilo interessante de tocar a guitarra, com um feeling meio Prince com pegadas de RATM (tente imaginar, é tipo isso), e o baixo do Bruno Moraes é de uma qualidade indiscutível.

Créditos: Sidnei Ribeiro Fotografias

 

Curta a página da banda aqui: DRENNA

Please reload

Please reload