© 2019 por King Wart Design.

Todos os direitos reservados.

Resenha - Rio Novo Rock: Kapitu e Dona Cislene

April 8, 2016

 Kapitu - Rio Novo Rock (07.04)

 

 Dona Cislene - Rio Novo Rock (07.04) 

 

 

 

 

Na noite da última quinta-feira (07), aconteceu mais uma edição do Rio Novo Rock, projeto do Imperator ( Centro Cultural João Nogueira ) em parceria com a Rádio Cidade, que acontece sempre na primeira quinta-feira do mês, sempre levando bandas independentes e dando um ótimo espaço tanto para as bandas se apresentarem com boa estrutura quanto para os amantes de rock independente e apoiadores da cena underground terem um espaço confortável e acessível para curtir. Além disso tudo, a estrutura do evento conta também com uma pista de skate atrás do espaço da platéia. É bem legal porque quem curte skate pode ficar andando e assistindo ao show ao mesmo tempo, um diferencial que a casa traz. O Rio Novo Rock é acessível tanto no preço, quanto na classificação etária. É livre, então todos podem chegar lá e conferir as bandas fazendo seu som.

 

Além disso, algo muito legal de se notar no Rio Novo Rock é a presença de outras bandas na plateia, apoiando. É bem importante que nessa cena independente as bandas se apoiem e se conheçam!

 

Na edição deste mês, tivemos as bandas Kapitu, de Niterói –RJ e Dona Cislene, de Brasília – DF.

 

Nossa equipe esteve presente e fizemos uma cobertura bem legal do evento. O Rio Novo Rock traz um ambiente bem agradável, com segurança, conforto e atende todas as necessidades que alguém iria vir a ter quando vai a algum show. Além de um ambiente agradável, temos uma estrutura muito legal para as bandas se apresentarem. As bandas acabam tendo acesso a estrutura que não é de costume das bandas independentes, então é bem legal como o evento funciona.

 

 

A primeira banda a se apresentar foi a Kapitu. A banda foi bem competente, interagiu com o público e de modo geral, fez um som bem legal na noite de ontem. O repertório veio intercalando musicas bem pesadas com músicas mais calmas, todas com letras românticas, poéticas, bonitas e agradáveis aos ouvidos. Gostaríamos de destacar uma guitarra muito boa no som da banda, apresentando riffs muito bons e uma bateria muito forte que já era de se notar na introdução do show. Apesar de todos esses pontos para elogiar, Kapitu não teria o quê de originalidade na banda. Vários momentos bons nos lembram momentos bons de outras bandas. Tem várias influências ótimas, tanto de bandas brasileiras já consagradas como de bandas também consagradas da gringa.

 

 

Um pouco depois, a segunda apresentação foi a Dona Cislene. A banda chegou animada, com vontade de fazer festa em terras cariocas. Apesar de problemas técnicos antes mesmo da primeira música, eles passaram por cima e fizeram festa mesmo. A banda interagiu muito com o público e foi muito recíproco. As pessoas cantando as músicas e fazendo rodas punk, foi um show bem animado, com público e banda fazendo seus papéis. Dona Cislene foi bem competente, um som bem pesado e bem executado por todas as partes da banda, por todos os integrantes. Importante destacar que o público nesse show foi bem impressionante. Acho que foi a banda de fora do Rio de Janeiro que mais trouxe público. Um dos melhores momentos do show de Banda Cislene, foi a participação de Maurício Kyann, vocalista da banda Nove Zero Nove – Rio de Janeiro. Ficou uma apresentação incrível, digna de um DVD. A interação dos integrantes da Dona Cislene com Maurício foi muito bom de ver, foi uma clara representação da união das bandas na cena underground. Um outro momento muito bom do show foi quando a banda chamou pessoas da plateia para subirem ao palco e tocaram as últimas músicas. Se plateia e banda já estavam curtindo o show cada uma em seu lugar, depois dessa união das duas no palco então que ficou lindo de ver.  Foi um show completo, muito competente, muito bom.

Se você ainda não conhece o som dessas duas bandas, vale a pena conhecer! Confiram abaixo:

 

 

Kapitu - Apenas Diferente 

 

 

 

 

Dona Cislene - Good Vibe

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E além disso, se você é do Rio de Janeiro e ainda não foi a nenhuma edição do Rio Novo Rock, fique ligado para a edição do próximo mês e não perca essa oportunidade!

 

Please reload

Please reload